Comunidade ajuda a construir o futuro de Brusque

ImageA noite da última quarta-feira, 17, foi mais um momento em que a democracia se fez presente nas decisões para o futuro de Brusque com a realização da Plenária do Plano Plurianual Participativo, o PPA Participativo. Na ocasião, representantes de diversas entidades comunitárias municipais aprovaram uma série de propostas que vai nortear os rumos da cidade pelos próximos quatro anos, tendo um orçamento previsto de R$ 2 bilhões para a viabilização de programas, projetos e serviços para a sociedade brusquense.

A plenária foi ápice de um processo que contou com dez assembleias regionais e onze reuniões com Conselhos Municipais, nas quais foram elencadas propostas que vão compor o PPA. Dos encontros nasceram 164 reivindicações, distribuídos em 30 programas prioritários. Algumas, que não são diretamente ligadas ao Poder Público Municipal, foram encaminhadas aos órgãos competentes, como Polícia Militar e Celesc.

Um dos destaques percebidos durante a realização do processo de construção do PPA foi a concentração de propostas voltadas para infraestrutura, o que, inclusive, foi notado pelo prefeito de Brusque, Paulo Eccel, durante sua fala. “Fiquei surpreso com o resultado não ter apontado saúde como a principal reivindicação da população, o que demonstra um processo natural de mudança e crescimento da nossa população. Hoje as pessoas estão com emprego, casa, família estruturada, educação e estão clamando por outras estruturas que potencializem a qualidade de vida da cidade onde vivem”, avaliou.

Outro ponto abordado por Eccel foi sobre o principal objetivo do PPA Participativo, proposto pelo Governo Municipal, que era a construção coletiva dos projetos para a cidade, tirando de dentro dos gabinetes as decisões finais e dividindo com a população a responsabilidade das escolhas.

O prefeito também aproveitou para convidar as pessoas para o Congresso da Cidade, que será realizado em 2014 e terá seu lançamento durante a programação do mês de aniversário de Brusque. Eccel explicou que o Congresso é mais uma ferramenta de participação popular, envolvendo todos os setores da sociedade, que vai permitir o planejamento do município a médio e longo prazo, desenvolvendo diretrizes que podem ser seguidas pelos próximos governos municipais. “O futuro de Brusque terá a digital de todos”, concluiu o chefe do executivo brusquense.

Numa primeira avaliação sobre o processo de desenvolvimento do PPA Participativo a secretária de Governo e Gestão Estratégica, Ana Beatriz Baron Ludvig, apontou o aprendizado mútuo que se obteve com a dinâmica, permitindo a troca entre Governo e comunidade, especialmente na percepção das principais necessidades locais.

Entre os programas e propostas que foram elencados no PPA, dois itens nasceram diretamente das assembleias regionais e mereceram atenção durante o evento. O programa “Territórios da Cidadania”, uma ideia de ter mais espaços públicos que contemplem atividades de saúde, cultura, esporte e lazer num mesmo ambiente e o “Integração Comunitária”, como uma forma de aprofundar a relação com a comunidade, especialmente, das associações de moradores.

O Plano Plurianual Participativo 2014-2017 será encaminhado para a Câmara de Vereadores, que terá até 31 de agosto para análises e possíveis reestruturações. Após aprovação do Legislativo se torna a Lei que regerá a gestão municipal durante o período.

Click aqui e conheça os programas que formam o PPA 2014-2017

Anúncios

Plano Plurianual divulga calendário de reuniões com a comunidade

ppa 560x250px

Você também pode contribuir para a formulação do Plano Plurianual do município e ajudar a decidir as obras e serviços que receberão investimentos da Administração Municipal pelos próximos quatro anos! Confira o calendário de reuniões do PPA e participe dos encontros. As informações completas sobre propostas e projeções de investimentos também podem ser encontradas no blog do PPA em ppabrusque.wordpress.com.

A previsão da Prefeitura de Brusque é de que o Plano Plurianual conte com um orçamento de R$ 2 bilhões para a execução das propostas estabelecidas em parceria com a comunidade. A iniciativa é inovadora e após as discussões e incremento das propostas, o PPA será encaminhado à Câmara de Vereadores para ser apreciado e, após sua aprovação, tornar-se um instrumento oficial de gestão.

O Plano Plurianual Participativo de Brusque é válido para o período de 2014 a 2017 e já são mais de 200 ações e 28 programas propostos inicialmente, dentro dos quatro eixos que norteiam os trabalhos dos diversos segmentos municipais: Brusque Bem Cuidada, Brusque Mais Saudável, Brusque Mais Participação e Respeito ao Cidadão e Brusque Moderna e Inovadora.

Confira o calendário de Assembleias Regionais e Assembleia Municipal.

REGIÃO

DATA

LOCAL

HORA

Dom Joaquim / Cristalina

Salão Cedrense

01/07/13

19:30h

Tomaz Coelho / São João / Cedrinho

Escola de Tomaz Coelho

03/07/13

19:00h

Santa Luzia / Zantão

Nova Itália

Salão da capela Santa Cruz do Redentor

04/07/13

19:30h

Limeira Alta, Limeira Baixa, Lot. Ciro Gevaerd, Lot. Dom Nelson, Lot. Schoreder, Ribeirão Tavares

Limeirense

04/07/13

19:00h

Centro 1 e 2 / Azambuja

Av. 1º de Maio / R. Nova Trento

Sindicato dos Mestrese Contra-Mestres

08/07/13

19:00h

Jardim Maluche/ Souza Cruz / Bulcão Viana / Barra de Águas Claras / Guarani / Rio Branco

SENAC

(antigo prédio)

Jardim Maluche

08/07/13

19:00h

Steffen / Bateas / Cerâmica

Volta Grande

Centro Comunitário do Steffen

09/07/13

19:00h

Santa Rita/ Santa Terezinha / Nova Brasília / Emma 2 / Limoeiro/ Planalto

Centro Comunitário da Santa Terezinha

09/07/13

19:00h

Águas Claras / Paquetá

Ponta Russa / Poço Fundo

Salão da Capela São Judas Tadeu

10/07/13

19.30h

São Pedro / São Luiz

Salão da Capela Nossa Senhora de Lurdes

(Rua São Pedro)

10/07/13

19:00h

Assembleia Municipal

SENAC

17/07/13

19:00:h

Dinâmicas do PPA Participativo são apresentadas a entidades

SAM_3014

Desde o lançamento do Plano Plurianual Participativo, PPA, da Administração Municipal de Brusque, os secretários municipais têm realizado encontros com entidades representativas da sociedade para explicar os objetivos e a dinâmica de construção do PPA, afinal, a participação popular, mais uma vez, será determinante para os rumos do nosso município.

Já foram realizados reuniões com participantes da União Brusquense de Associação de Moradores, UBAM, e com os Conselhos Municipais do Orçamento Participativo, de Educação, Alimentação Escolar, Esportes, do Idoso, Antidrogas, Dos Direitos da Criança e Adolescente e Comusa.

Mais informações sobre o PPA, assim como contato para dúvidas, sugestões, etc. podem ser feitos por meio do blog criado com este objetivo. Acesse http://www.ppabrusque.wordpress.com ou pelo email ppa@brusque.sc.gov.br

PPA é apresentado ao Conselho Municipal do OP

DSCN4761
A proposta do Plano Plurianual Participativo foi apresentada também ao Conselho Municipal do Orçamento Participativo neste sábado, 8. A ação foi conduzida pela Prefeitura de Brusque, que continua buscando junto à comunidade a opinião dos cidadãos sobre todos os programas, ações e obras que a Administração Municipal fará nos próximos anos. O investimento previsto para o período é de R$ 2 bilhões.

UBAM conhece proposta do PPA Participativo

DSCN4753

A União Brusquense de Associações de Moradores – UBAM conheceu na noite desta quarta-feira, 5, os detalhes e novidades do Plano Plurianual Participativo da Prefeitura de Brusque. A proposta foi apresentada por uma equipe da Administração Municipal e no encontro também foi feito o convite para que as entidades participem do debate e tragam sugestões para melhorar o Plano, que contempla todas as ações, obras, programas e investimentos do Governo Municipal num total de 2 bilhões em investimentos.

Você sabe o que é o PPA?

A equipe do programa Orçamento Fácil desenvolveu um vídeo muito bacana explicando de maneira simples o que é o Plano Plurianual. Confira!

O Orçamento Fácil é desenvolvido pela Agência Senado, Jornal do Senado e Consultoria de Orçamento, com apoio da Rádio Senado e da TV Senado.

PPA será planejado pela Prefeitura em parceria com a comunidade

Brusque Bem Cuidada é uma das marcas que norteiam os trabalhos

A base do Plano Plurianual de Brusque é o planejamento do Governo Municipal, que será acrescido de sugestões da comunidade e será encaminhado à Câmara de Vereadores para apreciação, tornando-se em instrumento oficial de gestão.

Já são mais de 200 ações e 28 programas propostos inicialmente, dentro dos quatro eixos que norteiam os trabalhos dos diversos segmentos municipais: Brusque Bem Cuidada, Brusque Mais Saudável, Brusque Mais Participação e Respeito ao Cidadão e Brusque Moderna e Inovadora.

Plano Plurianual de Brusque terá diferencial

Prefeito Paulo Eccel apresenta PPA à comunidade

Realizar um PPA é resumir tudo o que será feito pela gestão municipal, sob sua governabilidade, na forma de programas e ações, apresentando as previsões de investimentos que serão aplicados em cada área ou projeto. É uma obrigação das administrações públicas apresentarem o plano para aprovação do legislativo no início de novos mandatos.

Em Brusque, a iniciativa ainda contará com uma inovação, torná-lo participativo, ou seja, apresentar, discutir e incrementar as propostas, tendo o aval e a opinião da sociedade brusquense. “Resolvemos inovar, fazer de forma participativa, assim como temos governado desde a primeira gestão, pois continuaremos buscando a manifestação da comunidade para que nos ajude a planejar nossa cidade”, resslata o prefeito de Brusque, Paulo Eccel.

Prefeitura planeja investimentos de R$ 2 bilhões

PPA

A consolidação do Plano de Governo Municipal, no qual estão registradas obras, serviços e projetos que a Administração Municipal vai realizar no decorrer de sua gestão, aprovado pela comundidade durante as eleições, também está atrelada à programação orçamentária para que seja garantida a realização dessas ações.

Diante disso, o Governo Municipal lançou nesta quarta-feira, 22, o Plano Plurianual Participativo de Brusque 2014/2017, um efetivo instrumento de gestão, transparência e respeito aos cidadãos, pois deixa regulamentado as estimativas orçamentárias para cada atividade definida, para os próximos quatro anos. As previsões iniciais do Goveno Municipal são de organizar um PPA com orçamento em torno de R$ 2 bilhões para obras e serviços públicos.